TK90XArcoiris

Cantinho do TK90X

PRINT Meus equipamentos


RETURNNEXT
 Início > Menu > SAVE > Meus equipamentos

Índice

Esta é uma galeria dos equipamentos que possuo no momento. Clique nas imagens para ver fotos maiores.

TK90X Color Computer

Interface de drive IDS-91 Synchron

Multiface 1

Interface de som Explorer Synchron

Joystick



Fotos e comentários

Seguem abaixo as descrições, os comentários e as imagens dos meus equipamentos. As fotos digitais foram todas tiradas por mim, dos equipamentos que possuo. Elas estão disponíveis para uso livre, sob os termos da licença GNU FDL versão 1.3 ou posterior.

No momento os meus equipamentos principais estão montados assim:

Meu TK 1
Meu TK 2

TK90X Color Computer

Este é o meu velho companheiro de muitos anos, o coitado vive sendo aberto, mexido e modificado. A máscara metálica que cobre o teclado está entortado e por isso vive descolando. O TK90X está longe de ser 100% original, pois seu dono adora fuçar nele e uma série de mods foram feitas (saída A/V e seletor de ROM TK/ZX).
TK90X_up

A parte traseira do computador contém as entradas e saídas para periféricos e alimentação. Há dois buracos extras, a que está sobre a entrada da alimentação era para um botão de reset mas, como precisava ligar a interface de drive que o cobria, tive que abrir um segundo buraco acima dos conectores MIC/EAR. Hoje não há nada nesses buracos, pois uso botões de reset das interfaces ligadas no TK90X.

TK90X back

Pode-se ver ainda que a entrada de alimentação foi modificada, no lugar do jaque J2 mono foi colocado um mini-DIN de 6 pinos. Isto foi feito para se ligar a uma fonte de alimentação chaveada padrão AT para PC. Com isto removi toda a parte interna de geração das tensões de +5 V, + 12 V e −5V.


Interface de drive IDS-91 Synchron

Esta interface permite conectar drives de disquete de 5,25 ou 3,5 polegadas. Na frente há o conector para ligar na expansão traseira do TK 90X. Há dois botões na parte superior, um faz o reset do computador, outro é o “botão mágico” que salva toda a RAM em um disquete.

Na lateral há ainda o conector para ligar o cabo para o drive. A abertura logo abaixo do conector é a entrada para o mini-DIN, uma adaptação que fiz para conectar a uma fonte PC padrão AT que fornece as tensões +5, +12 e -5 V para o TK. Isto fez com que a entrada original de 9V da IDS91 perdesse função e, para que não ficasse um buraco sobrando, coloquei um LED com soquete no lugar.

IDS91 figura 1

A foto abaixo é da IDS-91 vista por trás, fica um conector de expansão para poder ligar um outro periférico. Há uma fenda na tampa na parte esquerda, é a saída para uma impressora paralela padrão Centronics. Infelizmente tive que tirar o conector da impressora para colocar no lugar o conector mini-DIN. Mas não é uma perda grande, pois não vejo muito sentido em imprimir algo no meu TK 90X hoje em dia.

IDS-91 figura 2

Esta é a visão interna, originalmente havia somente os fios para os botões, mas com as modificações que fiz, virou uma verdadeira “macarronada”. Note o conector mini-DIN colado à placa, de onda saem fios com as tensões de alimentação. Alguns fios estão ligados ao conector de expansão, a partir do qual se faz a alimentação do micro (cuja entrada fica obstruída pela interface). Há no mini-DIN 2 diodos que separa as entradas para 9V e +12V, é uma dica do Eduardo Luccas para isolar o setor de geração de vídeo e evitar assim possíveis interferências. Ainda dá para se ver o LED azul ligado a um par de fios, sendo que no final do fio verde há um resistor limitador de 470 ohms.

IDS-91 figura 3

Esta é a parte inferior da interface, com etiqueta feita à mão e assinada. Quando eu comprei a interface, retirei-a na própria residência do Jorge Braga, a quem agradeço pelos grandes serviços prestados à comunidade dos TK-fãs.

IDS-91 figura 4

Explorer

O ZX Spectrum 128 veio com várias melhorias, incluindo o som que passou a contar com o circuito integrado de som PSG AY-3-8912 . Vários programas para a versão 128 do Spectrum foram elaborados, prevendo músicas e efeitos sonoros para o PSG. Felizmente muitos desses programas funcionam para o Spectrum 48 e, portanto em teoria, podem funcionar no TK90X.

A empresa Synchron não tardou a desenvolver uma interface com o PSG que, uma vez conectada ao TK90X, permite tocar sons que antes eram exclusivos para o modelo 128 do computador britânico. Adquiri a Explorer logo após ser lançado, por isso acredito que seja da primeira versão. 

Explorer foto 1

Explorer foto 2

Como se vê nas fotos, é montado numa caixa bem comum na época, que servia para alojar cartuchos de Atari 2600. Externamente pode-se ver uma chave para ligar/desligar o som e uma saída RCA para ser ligado a um amplificador externo. Na parte inferior aberta da caixa projeta-se o conector edge para ser ligado ao conector de expansão traseiro do TK90X. 

Explorer aberta

Explorer interior

As fotos acima são da interface aberta em que se nota, no centro, um circuito integrado grande; é AY-3-8912 de General Instruments (GI), o componente principal da Explorer.  Pode-se nota ainda dois circuitos integrados com códigos raspados, medida adotada para evitar cópias. São circuitos TTL que propiaciam a parte lógica da descodificação do enderaçamento. A chave H-H que liga/desliga o som simplesmente conecta/desconecta a saída de som, o que não é uma soluções das melhores. Eu prefiro que a chave atuasse na lógica da descodificação, inibindo por completo a interface, o que seria uma abordagem mais racional.

Explorer PCI baixo

A foto acima mostra a parte de baixo da placa de circuito impresso, que é face simples de fenolite. Como se vê, está toda coberta de resina tipo Durepoxi, para evitar que alguém possa levantar o esquema elétrico do circuito. Eu entendo que era necessário, especialmente na época de seu lançamento, proteger as informações industriais. Só que, infelizmente, tal procedimento acaba inviabilizando manutenção posterior. Eu tenho a sorte da minha Explorer estar funcionando bem, mas fico com medo se tiver algum problema. Aí, creio eu, será mais fácil jogar fora e fazer uma outra. 

Garantia

A última figura é uma imagem de scanner do certificado de garantia com a data de aquisição: 24/10/90. Pois é, o tempo passa. Como se vê, comprei da Rede Soft de Poá - SP.


Joystick

Comprei este joystick por catálogo e me foi entregue pelos Correios (adquiri boa parte dos produtos de informática por correspondência naquela época). Não me recordo quem era o fabricante, tenho a impressão que originalmente era destinado ao MSX. Utiliza peças de máquinas arcades, realmente é resistente, pois foi o único que me sobrou até hoje :). Feito em base de madeira compensada coberta com fórmica preta, possui uma alavanca e dois botões. No TK o segundo botão ficava sobrando.

Joystick

Posteriormente adaptei-o para o Amiga, dando uma função para o segundo botão. Troquei ainda o cabo e o conector, que originalmente era um DB-9 ligado a um feiíssimo cabo multivias de várias cores, por um outro cabo tirado de um mouse do Amiga. Além disso coloquei um circuito de auto-tiro com um integrado CMOS 4066, que pode ser ativado ou desligado por uma pequena chave tipo alavanca, e um potenciômetro que controla a freqüência.




EnterNEXT
 Início > Menu >SAVE > Meus equipamentos
Versão 7.1 - 03/02/2012

black blue
red
magenta
green
cyan
yellow
white
black blue red magenta green cyan yellow white